Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Aproveite as reviravoltas da vida: conheça a minha história e a da criação da Linha Canábica, por Bárbara Arranz

4 minutos de leitura

A Linha Canábica está caminhando rumo aos dois anos de mercado e eu não poderia me sentir mais orgulhosa e realizada com tudo o que vem acontecendo nesse projeto que me dedico de corpo e alma. Mas é justamente nos momentos em que tudo finalmente parece caminhar que precisamos olhar para trás e refletir sobre o que nos fez chegar até aqui.

Prazer, sou Bárbara Arranz, tenho 33 anos e sou de Mogi das Cruzes, São Paulo. Sou mãe, maconheira, pesquisadora e estou à frente de uma promissora linha de produtos à base de cannabis que está conquistando o Brasil – e o mundo. 

Resolvi contar minha história para que ela sirva de inspiração a você, que pode estar passando por um momento não tão legal. As coisas estão meio difíceis, não é? Mas sabe de uma coisa? São nesses momentos que grandes viradas podem acontecer.

Uma adolescência cheia de altos e baixos

Ser mãe na adolescência não é a coisa mais rara do mundo – milhares de mulheres passam por isso. Mas é fato que dar a vida a outro ser tão cedo muda a gente e faz com que precisemos amadurecer muito mais rápido.

Fiquei grávida do meu primeiro filho aos 16 anos. Aos 21, já tinha 3 crianças para cuidar, educar e prover o que fosse necessário. Você já deve imaginar que não foi nada fácil. Dificuldades financeiras e privação social marcaram essa fase. Precisava me virar para conseguir criar os filhos enquanto observava as pessoas da minha idade entrando na faculdade, saindo aos fins de semana e por aí vai.

Não vou mentir, isso me abalava muito. Mas tive apoio de membros da minha família e também muita força de vontade. Quem via aquela jovem mãe de três crianças com a corda no pescoço até poderia imaginar que eu não ia longe. Mas, mesmo nos piores momentos, eu nunca deixei de acreditar nos meus sonhos. 

As coisas mudaram quando finalmente consegui entrar na faculdade, em 2014. Comecei a cursar medicina e aí descobri que a maconha era muito mais do que uma planta recreativa.

Faculdade, pesquisas e começo da Linha Canábica

Sempre sonhei em cursar o ensino superior, Mesmo que esse objetivo tenha sido postergado, eu sabia que cedo ou tarde eu iria realizá-lo.

Quando o momento finalmente chegou, aproveitei cada segundo do bacharelado em Biomedicina. Conciliar os estudos com a criação dos filhos não foi nada fácil. Tive que sacrificar algumas noites em claro e vários fins de semana de descanso. Mas quer saber? Valeu muito a pena!

Lembro com carinho de vezes em que eu envolvia meus filhos nos estudos pois precisava dar atenção a eles ao mesmo tempo em que estudava. A verdade é que eu precisava decorar tópicos de biologia e anatomia enquanto ouvia as músicas da Xuxa tocando sem parar no fundo.

Mesmo nos dias em que estava mais cansada, eu não desanimei. Lembro de como eu ficava nervosa antes das provas e como meus filhos vinham me dizer “boa prova amanhã mamãe” antes de dormir. Aquilo foi a vitamina mais alucinante e gostosa de ser ingerida. Eu não poderia demonstrar fraqueza, eu precisava mostrar pra eles que nós somos capazes. Mais do que isso, eu queria que eles entendessem que eles não tinham pausado minha vida e que só porque eu fui mãe jovem eu não significava que eu não poderia ser uma excelente profissional. 

Tanto estudo resultou no meu Trabalho de Conclusão de Curso sobre como a cannabis estava ajudando na melhora de pacientes com Alzheimer. A pesquisa foi muito aplaudida e foi nesse momento percebi que podia fazer a diferença. Mais do que isso: percebi que a cannabis era a chave.

Formada e já com um propósito em mente, eu precisava aliar duas questões importantes: como me manter financeiramente e como fazer a diferença na vida das pessoas usando a cannabis. Eu queria educar a população sobre a maconha, mas queria fazer isso de um jeito que fosse fácil de assimilar e quebrasse preconceitos de uma maneira não agressiva. 

Eis que em 2019 surgiu a Linha Canábica. No quintal de casa, sem investimentos e usando produtos naturais que eu conseguia no jardim ou indo a feiras e lojas de plantas. Uma linha de cosméticos totalmente orgânica, 100% vegana e sem aditivos químicos. 

Como todo começo de negócio, eu precisava mostrar meus produtos ao mundo. Ia de porta em porta, apresentava os produtos aos amigos e criei uma conta no Instagram. O pessoal começou a comprar, usar, gostar e recomendar.

Em questão de meses o negócio cresceu bastante. O que começou com um ou dois produtos hoje é uma linha completa com xampu, condicionador, sabonete, creme de massagem, protetor labial, lubrificante, tônico pós-barba e, é claro, o poderoso óleo de cannabis full spectrum.

Crescimento da Linha Canábica e projetos futuros

O Instagram da Linha Canábica hoje tem 60 mil seguidores! Cresce exponencialmente e se transformou em uma comunidade de compartilhamento de informações e venda de produtos. Mas não se engane, no começo não foi fácil. Minha conta foi derrubada diversas vezes por denúncias anônimas de pessoas preconceituosas. Mas não me permito abalar porque estou ocupada trabalhando e fazendo a Linha Canábica crescer ainda mais!

Há alguns meses minha família e eu estamos vivendo na Espanha. Viemos para cá para que eu pudesse estudar Medicina e me aprofundar nas pesquisas sobre cannabis na renomada Universidade de Madri. 

Voltar para a faculdade depois de anos é um desafio grande, ainda mais em outro país e em outra língua. Mas tem sido um desafio prazeroso que venho trilhando junto de meus filhos e meu marido.

As crianças se adaptaram rápido e hoje já conseguem até desenvolver uma prova totalmente em Espanhol! A facilidade com que eles aprendem e se adaptam acaba sendo mais um motivador para que foque na Medicina e consiga vencer mais esse desafio.

Além de tudo isso, mantenho um blog, uma página ativa no LinkedIn e mais recentemente lançamos um podcast! Tudo isso porque, mais do que empresária eu sou ativista! Espalhar conhecimento sobre a cannabis medicinal é e sempre será o meu principal propósito. 

Eu quis compartilhar essa história com vocês para mostrar que mesmo quando a gente acha que não temos mais saída, sempre há uma nova perspectiva a ser analisada. Quando você se entrega de coração ao que sabe fazer e trabalha arduamente, o universo conspira a seu favor.

Você precisa de Maconha Medicinal?
Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

5 strains para curtir o Verão

Pedro Costa
3 minutos de leitura

Maconha nas Olimpíadas

Pedro Costa
3 minutos de leitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *