Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Cannabis e vida sexual: como a maconha pode ajudar a libido

4 minutos de leitura

Cannabis-e-vida-sexual

Sabe qual a relação entre cannabis e vida sexual? Seja para relaxar, para aguçar os sentidos ou até mesmo para atiçar a libido, a maconha é uma alternativa natural que pode ajudar milhões de pessoas que buscam melhorar suas vidas sexuais. 

Ter uma vida sexual ativa e saudável é tão importante que afeta até mesmo outros aspectos. Só para se ter uma ideia, durante o ato sexual, o corpo produz e libera uma quantidade enorme de substâncias, que vão desde hormônios até neurotransmissores. Uma dessas substâncias é a endorfina, a mesma que é liberada durante a prática de exercícios físicos.

Além de contribuir para sensações como prazer e relaxamento, a endorfina liberada durante o sexo é capaz de aliviar as sensações dolorosas. O ápice da liberação dessa substância se dá no orgasmo.

Outro hormônio muito interessante liberado durante o ato sexual é a ocitocina, ligada ao prazer e conhecida como hormônio do amor. Durante o orgasmo feminino, esse hormônio promove contrações uterinas. Já nos homens, a ocitocina promove contrações dos ductos seminais e favorece a ejaculação. Cientistas acreditam que o hormônio ajuda a estreitar os laços entre os parceiros.

Viu só? Uma vida sexual ativa e equilibrada ajuda a melhorar o humor, contribui para o relaxamento e tem ação inclusive contra dores. Além disso, pesquisas mostram que indivíduos que mantêm uma vida sexual ativa e regular lidam melhor com a autoestima e se sentem mais confiantes.

Como cannabis e vida sexual se relacionam? Descubra a seguir!

Cannabis e vida sexual: o que diz a ciência?

Pessoas que fazem uso recreativo da cannabis provavelmente já perceberam como a planta aguça os sentidos e aflora o desejo sexual. Além disso, a cannabis está diretamente relacionada ao relaxamento e a desinibição. Esses efeitos da maconha são percebidos e relatados pelo ser humano há séculos!

Mas isso tudo não é achismo! Diversos estudos publicados ao redor do mundo traçam um paralelo claro entre cannabis e vida sexual. A planta milenar e repleta de substâncias tem sim o poder de ajudar muitas pessoas a melhorarem suas vidas íntimas. Mas como?

Um estudo publicado em novembro de 2017 no The Journal of Sexual Medicine mostrou que as pessoas que usam a cannabis apresentam uma frequência sexual mais intensa do que aquelas que não usam. A pesquisa intitulada “Associação entre o uso de maconha e a frequência sexual nos Estados Unidos” analisou 50.000 homens e mulheres americanos entre usuários e não usuários de maconha. A conclusão dos especialistas foi que os “usuários de maconha tiveram frequência sexual significativamente maior em comparação com os não usuários”. 

O estudo mostra ainda que a frequência maior do uso de maconha foi associada com aumento da frequência sexual. Isso significa que a cannabis tem relação direta com a libido tanto de homens quanto de mulheres.

Em outra pesquisa recente, publicada em julho de 2020 no Sexual Medicine Open Access, pesquisadores ouviram 452 mulheres adultas e usuárias de maconha para tentar estabelecer relações entre a cannabis e a melhora da vida sexual feminina. Dessa amostra, 72.8% das mulheres alegaram fazer uso da maconha pelo menos 6 vezes por semana. O mais interessante é que justamente esse grupo foi o que apresentou os maiores índices de prazer sexual, desejo e chegada ao orgasmo.

A conclusão dos especialistas foi a seguinte: “O aumento da frequência do uso de maconha está associado à melhora da função sexual entre usuárias do sexo feminino, ao passo que o tipo de consumo, o método e a razão do uso não afetam os resultados”.

📌 Leia também: Cosméticos de cannabis para sua skincare

Outro aspecto importante da relação entre cannabis e vida sexual é a diminuição da dor durante o ato, sobretudo em mulheres. Em 2017, um estudo americano com 289 mulheres que relataram dor no ato sexual proveniente de diferentes fatores buscou mostrar como a cannabis poderia ajudar.

Essas mulheres fizeram uso da maconha antes do sexo por um determinado período e foram convidadas a relatar suas experiências aos pesquisadores. Os resultados foram expressivos: 77% delas disseram que o uso de cannabis reduziu a dor durante o ato sexual e potencializou o orgasmo. Além disso, 60% delas notaram um aumento do desejo sexual após o uso da cannabis. O estudo foi publicado na International Society for the Study of Women’s Sexual Health.

Todos os estudos acima mostraram que a cannabis tem relação direta com o aumento do desejo sexual, diminuição da dor durante o ato, aumento da frequência e da intensidade dos orgasmos.

Isso acontece porque os canabinóides presentes na planta atuam diretamente nos neurotransmissores cerebrais, ajudando a liberar hormônios e promover o relaxamento. Sim, além de atuar na vida sexual, a maconha também ajuda a pessoa a relaxar, o que é importante para um melhor desempenho sexual.

É importante dizer que muitos dos problemas sexuais estão ligados a questões envolvendo autoestima, autoconfiança e dificuldade para relaxar. Também identifica-se uma relação clara com doenças como ansiedade e depressão. A primeira barreira a ser vencida é o medo de conversar com um especialista. Tanto o urologista quanto o ginecologista saberão orientar o paciente sobre como investigar e tratar a raiz do problema.

Em todo caso, a cannabis vem se mostrando uma alternativa natural que pode ajudar milhões de pessoas nesse processo. Conhecer a planta e os benefícios que vêm sendo estudados e relatados também é importante.

Lubrificante de cannabis

Uma maneira muito interessante de incorporar a cannabis à sua vida sexual é por meio do lubrificante de cannabis. Ao ser absorvido pela pele, o produto 100% vegano e natural produz efeito quase instantaneamente. 

Uma das opções disponíveis no mercado é o Lubrificante Canábico. Feito com ingredientes naturais e não testado em animais, esse produto leva em sua composição as propriedades da maconha, do jambu e do óleo de coco. 

lubrificante de cannabis
lubrificante de cannabis

Além de lubrificar e hidratar a região íntima, o Lubrificante Canábico promove uma sensação estimulante e relaxante, o que melhora bastante o ato sexual. O produto atua em questões como secura na região genital, dores ao penetrar e falta de libido. Ele pode ser usado na vagina, no clitóris e no ânus e seu efeito estimulante varia de acordo com a sensibilidade da pessoa. 

Uma das questões mais interessantes sobre o lubrificante é justamente ajudar a pessoa a descobrir suas zonas de prazer. É importante aplicar uma pequena quantidade e ir testando a receptividade do corpo ao produto. Não tenha medo de se descobrir!

📌 Leia também: Como cuidar da pele no outono com produtos à base de cannabis?

Produtos à base de óleo de cannabis, veganos e 100% naturais.
Avatar
Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *