Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais: o que diz a ciência?

3 minutos de leitura

Cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais

Quanto mais a ciência estuda a cannabis, mais propriedades medicinais e possibilidades de uso são descobertas. Cientistas ao redor do mundo estão estudando a planta para o tratamento das mais diversas doenças. Hoje vamos falar um pouco sobre cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais. 

Como já se sabe, os canabinóides presentes na cannabis são muito poderosos quando entram em contato com o organismo humano. Sua eficiência é ampla porque os receptores que reagem a essas substâncias estão espalhados pelo corpo.

Mas, a cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais pode realmente trazer efeitos benéficos? A resposta é sim e, a partir de agora, você vai entender melhor o porquê.

Estudo sobre cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais

Em agosto de 2018, pesquisadores da Universidade de Massachusetts e da Universidade de Bath divulgaram um estudo conjunto inédito, realizado em ratos de laboratório. Nesse estudo, os cientistas descobriram que os endocanabinoides atuam também no controle da inflamação do intestino.

A descoberta mostrou que os componentes da cannabis podem ser poderosos para ajudar pacientes que sofrem de diversas doenças e que a cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais é uma possibilidade real. Pacientes com Doença de Crohn, retocolite ulcerativa e outras inflamações intestinais podem apresentar considerável melhora de seu quadro a partir do uso de óleo de cannabis.

“Muito se fala sobre os benefícios da maconha medicinal, mas ainda há pouca ciência por trás”, explicou Beth McCormick, líder da investigação, ao falar sobre a importância dos resultados do estudo.

Os cientistas que publicaram o estudo perceberam que os canabinóides da maconha atuam como agentes anti-inflamatórios da região estomacal – que possui muitos receptores canabinóides. Dessa maneira, a ingestão do óleo de cannabis full Spectrum (que contém todos os componentes da cannabis) pode representar um grande reforço que ajuda o corpo humano a fortalecer seus processos anti-inflamatórios.

O estudo foi publicado no The Journal of Clinic Investigation. Após os bons resultados obtidos em ratos, os cientistas agora vão seguir na mesma linha de estudos, dessa vez em humanos. A ideia é que, em breve, medicamentos à base de cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais sejam uma realidade.

Leia também: Uso da cannabis para tratar a epilepsia

Cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais: um exemplo real

Muitos pacientes que sofrem com inflamação no intestino e doenças estomacais estão descobrindo o poder da cannabis. Por ser um medicamento 100% natural, o óleo de cannabis pode ser usado para uma gama de tratamentos sem causar efeitos adversos graves.

Um exemplo é o de Gian Lucca Pinhal. Ele sofre com inflamação no estômago desde muito jovem, o que ocasionou muita dor de estômago, azia, má-digestão e uma dieta altamente restritiva. Giam faz acompanhamento com o gastroenterologista e já tentou vários tipos de medicamentos para tentar se livrar da dor e ter uma melhor qualidade de vida.

“Já fiz diversos tratamentos, os exames mostravam princípio de úlcera, paredes do estômago machucadas por causa da acidez elevada. Qualquer coisa mais ácida que eu comia gerava dor. Ficar muito tempo sem comer também ocasionava muita dor. Tomei diversos tipos de medicamentos. Durante o uso, até senti bastante alívio. Mas era só parar de tomar o remédio que a dor voltava como se eu nunca tivesse tomado nenhum medicamento”, conta.

Cansado de sentir dor e ser dependente de medicamentos químicos que não estavam surtindo efeito prolongado, Gian foi pesquisar alternativas e descobriu  que o óleo de cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais era uma opção que poderia ajudar seu caso.

“Comecei a fazer uso do óleo e tive uma melhora considerável durante o uso. Parei por um tempo para ver como ia reagir e, para minha surpresa, o alívio continuou e não senti mais dores. A acidez diminuiu muito. Minha vida melhorou totalmente! Eu sentia muitas dores e minha alimentação era muito limitada. Estava acostumado a conviver com a dor, o que era muito ruim”, relata emocionado.

👉 Os canabinóides presentes no óleo de cannabis atuam como poderosos anti-inflamatórios que reforçam a proteção do organismo. Por ser natural e extraído a partir de processos naturais, o óleo de cannabis não gera efeitos colaterais. Além disso, não gera efeitos psicoativos, ou seja, a pessoa não fica “chapada”.

“Estou há dois anos sem tomar medicamentos sintéticos para o estômago. Me dediquei totalmente ao tratamento com o óleo de cannabis e tem sido incrível. Tive realmente o resultado que tanto precisava: as dores no estômago sumiram! Não tenho mais limitações em relação à alimentação. Como de tudo (com atenção, é claro) e levo uma vida normal”, finaliza Gian Lucca em seu relato.

O exemplo de Gian mostra que usar a cannabis para tratar inflamação no intestino e doenças estomacais pode realmente transformar vidas!

Onde encontrar o óleo de cannabis?

oleo-cannabis-linha-canabica
oleo-cannabis-linha-canabica

O óleo de cannabis full Spectrum é extraído de modo a conservar todos os componentes da planta. Essa extração é realizada em laboratório, de modo a conservar o poder medicinal da maconha sem produzir nenhum efeito psicoativo.

Há associações de pacientes que produzem o óleo e distribuem para seus associados. Mas a demanda é grande e muitos pacientes não conseguem ser atendidos.

 A nível federal, o congresso está discutindo a estruturação de uma cadeia de produção de medicamentos à base de cannabis que envolve inclusive a distribuição via SUS. Mas o projeto em questão, de autoria do deputado Paulo Teixeira, ainda está longe de virar lei. Muitas discussões e articulações precisam ser feitas.

Outra alternativa é a Linha Canábica da Bá, uma linha nacional de produtos veganos à base de maconha. A Linha da Bá comercializa o óleo de cannabis e comercializa para todo o Brasil. Além disso, ao preencher um formulário de solicitação no site, o paciente recebe orientações sobre como deve usar o óleo.
Para ficar por dentro de novidades sobre a maconha medicinal e receber sempre muitas informações sobre o assunto, siga a Linha Canábica no Instagram e no LinkedIn.

Você precisa de Maconha Medicinal?
Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *