Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Junho vermelho: usuários de cannabis podem fazer doação de sangue?

3 minutos de leitura

cannabis-e-doacao-de-sangue

Visando conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de sangue, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais criou, em 2015, a campanha Junho Vermelho. A iniciativa foi bem recebida e o Ministério da Saúde estendeu a data a todo o território nacional. Desde então, durante todo o mês de junho, uma campanha é iniciada em toda a rede de saúde nacional alertando para a importância desse ato.

O período Junho Vermelho não foi escolhido aleatoriamente. Segundo o Ministério da Saúde, junho é, historicamente, o mês de maior escassez nos bancos de sangue nacionais. Além das férias escolares, o frio que atinge vários estados nessa época faz com que as pessoas evitem sair de casa. A pandemia de Convid-19 e o receio das pessoas de irem até os hemocentros nesse período agravou bastante a situação.

“Os pacientes com diversas patologias, em tratamento nos Centros de Hemoterapia, continuam com a mesma necessidade de transfusão para sobreviver. Assim como os acidentes de trânsito, de trabalho ou domésticos e a violência urbana permanecem acontecendo e, muitas vezes, resultam em cirurgias que também demandam transfusão de sangue”, explica Júnia Cioffi, presidente da Hemominas.

É importante ressaltar que doar sangue é seguro, mesmo nesse período de pandemia. Os hemocentros do país estão preparados para receber os doadores com segurança.

Entendendo a importância da doação de sangue, muitos usuários de cannabis recreativa e pacientes que se tratam com a cannabis medicinal ficam com a dúvida: quem usa cannabis pode doar sangue e participar do Junho Vermelho? Confira a resposta a seguir!

Critérios gerais para a doação de sangue no Brasil

Antes de entrar na questão sobre se usuários de maconha podem doar sangue, é importante lembrar dos principais requisitos estipulados pelos órgãos nacionais para a doação de sangue durante o Junho Vermelho e no restante do ano.

👉 Para doar sangue no Brasil, a pessoa precisa ter entre 16 e 67 anos, sendo que adolescentes de 16 ou 17 anos precisam da autorização de um responsável legal. O peso mínimo para que a pessoa possa doar sangue é de 50 kg.

Quem tomou a vacina contra a Covid-19 pode doar sangue! Basta respeitar um intervalo de dois dias após a aplicação (para quem tomou a CoronaVac) e de 7 dias após a aplicação (para quem tomou a vacina AstraZeneca). 

A frequência máxima de doação de sangue é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo entre uma doação e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Para conferir detalhes sobre a lista de impeditivos para doação de sangue, confira o site do Ministério da Saúde. Doe sangue, faça parte do movimento Junho Vermelho e ajude muitos pacientes!

Mas voltando para a nossa questão principal: quem usa maconha pode doar sangue? A princípio sim!

Leia também: Cannabis e Cefaleia: saiba como a maconha pode ajudar a tratar dores de cabeça

Quem usa cannabis pode doar sangue?

Se a pessoa usar apenas cannabis para fins recreativos (e nenhuma outra substância considerada “droga”), ela pode doar sangue, mas precisa esperar no mínimo 12 horas após o uso da planta para doar sangue.

Porém, se ela faz uso contínuo da cannabis para fins medicinais, pode ser que ela não consiga doar sangue. Nesses casos, a orientação é procurar um hemocentro, explicar que faz uso da cannabis medicinal e receber orientações.

Como parte dos procedimentos para doação de sangue, há uma entrevista antes do procedimento. Como o óleo de cannabis não produz efeitos psicoativos, pode ser que a doação seja liberada. Não há nada na portaria que regula as doações de sangue no Brasil que dê orientações explícitas sobre pacientes que usam derivados de cannabis para fins medicinais. A orientação que está no texto é:

“O uso de medicamentos deve ser analisado caso a caso. Antes de doar sangue, a pessoa deve consultar o Serviço de Hemoterapia e, durante a triagem, informar sobre o medicamento em uso ou já usado”.

Resumindo

🍁  Quem fuma maconha pode doar sangue desde que passe no mínimo 12 horas sem fumar antes da doação. 

🍁  Quem faz tratamento com derivados de cannabis pode ser que consiga doar sangue, mas cada caso será avaliado individualmente durante a entrevista para a doação no hemocentro.

Lembrando que há outros impeditivos que podem fazer com que a pessoa que usa maconha não consiga doar sangue. É importante ler as orientações na portaria antes de ir ao hemocentro.

Se tudo estiver certo e você estiver apto a realizar a doação, participe da campanha Junho Vermelho e doe sangue! Esse ato simples pode ajudar a salvar muitas vidas!
Para ficar por dentro de novidades sobre a cannabis medicinal e receber sempre muitas informações sobre o tema, siga a Linha Canábica no Instagram e no LinkedIn.

Você precisa de Maconha Medicinal?
Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *