Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Óleo de cannabis e Epilepsia: o relato de um pai sobre como a maconha medicinal mudou a vida do filho

4 minutos de leitura

diario-ismael-cannabis

Quais as relações entre o óleo de cannabis e a epilepsia? Como o óleo pode ajudar pacientes que sofrem dessa doença? Se você tem dúvidas sobre esses assuntos, o poderoso relato a seguir vai te ajudar a esclarecê-las.

Sempre uso esse espaço para trazer informações científicas sobre o uso da maconha medicinal para o tratamento de diversas doenças. Mas, de vez em quando, também gosto de trazer relatos de pessoas que tiveram suas vidas transformadas pelo óleo de cannabis.

Hoje vou contar a história do pequeno Ismael, de 3 anos, narrada por seu pai Ernandes. Ismael teve complicações quando recém nascido, o que ocasionou uma grave infecção. Desde aquele momento, o pequeno passou a sofrer graves crises epilépticas, que ficaram cada vez mais frequentes.

Os detalhes sobre essa história são contados a seguir.

O que é epilepsia?

Antes de contar a história do pequeno Ismael, é importante explicar o que é epilepsia. 

👉 Epilepsia é uma alteração temporária e reversível do funcionamento do cérebro. Ela é causada pelo próprio cérebro, que passa a emitir sinais incorretos por um curto período de tempo. Esses sinais podem ser localizados, causando uma epilepsia parcial, ou espalhados, causando uma epilepsia generalizada

Epilepsias parciais costumam causar crises mais brandas, das quais o paciente se recupera pouco tempo após a crise. Já as epilepsias generalizadas estão associadas a casos mais graves, que precisam ser tratados mais de perto.

As causas da doença são diversas. Ela pode aparecer por causa de um trauma na região da cabeça, por complicações ainda na formação do feto ou nos primeiros meses de vida. Também pode estar associada ao uso de drogas e abuso do álcool.

Epilepsia não tem cura mas, dependendo do caso e do tratamento, o paciente pode passar até anos sem sofrer uma crise. Você pode obter mais informações sobre a doença no site da Liga Brasileira de Epilepsia.

Feita essa breve explicação, vamos ao relato sobre como o óleo de cannabis está ajudando Ismael a tratar suas crises epilépticas.

Óleo de cannabis e Epilepsia: medicamentos sintéticos não resolviam o problema

Desde muito pequeno, Ismael precisou ser submetido a fortes medicamentos anticonvulsivantes para controlar as crises epilépticas. Como consequência, passou a precisar de outros medicamentos para controlar também os efeitos colaterais. Mesmo tão jovem, o menino já era submetido a uma intensa carga de medicamentos que tentavam ao menos aliviar a enfermidade.

A primeira crise convulsiva em Ismael aconteceu em setembro de 2019. A segunda veio em novembro e a partir daí começaram a ficar cada vez mais constantes. A cada nova crise, os médicos recomendavam uma nova dosagem do medicamento para combater o problema – sempre sem sucesso.

Diante de uma situação desesperadora, os pais Ernandes e João Carlos sabiam que precisavam tomar uma atitude e buscar uma alternativa às medicações tradicionais. Mas ainda não faziam ideia de qual alternativa seria essa.

“Em junho de 2020, graças a um primo meu, conheci a Bá e o óleo de cannabis full Spectrum. Conversei pessoalmente com a Bá, ela me explicou o poder do óleo e me orientou sobre a dosagem”, explica o pai de Ismael.

Após orientações minhas, o pai de Ismael começou a administrar as gotinhas do óleo de cannabis no filho. No começo eram algumas gotinhas por dia do óleo de 2000 miligramas, afim de notar as reações do garoto e, caso necessário ajustar a dosagem.

“Logo no início já notamos diferenças. O Ismael começou a ficar mais tranquilo, a dormir mais relaxado e por várias horas seguidas. Também houve melhora na coordenação motora e até na congestão nasal – que desapareceu”, conta o pai.

Leia também: Como o óleo de cannabis pode ajudar pacientes com a doença de Alzheimer?

Vida antes e depois do óleo de cannabis

Ernandes faz o registro diário de como anda o tratamento de Ismael. Consultando suas anotações, ele consegue perceber com ainda mais clareza os benefícios do uso do óleo de cannabis no tratamento das crises epilépticas do filho.

diario-uso-cannabis
diário do ismael

É importante relatar que Ismael tem um irmão gêmeo, Ezequiel, que não sofre de epilepsia. Isso fornece uma perspectiva ainda mais interessante para os pais de como está o desenvolvimento do filho após a introdução da maconha medicinal em sua vida.

“Depois da introdução do óleo de cannabis, o Ismael só foi ter outra crise após 76 dias. Uma melhora absurda considerando que no final de 2019 ele estava apresentando quadros de crise quase que semanalmente”.

É interessante notar ainda que o óleo de cannabis contribuiu positivamente não só para a diminuição das crises epilépticas, mas também para a melhora do quadro clínico de Ismael como um todo. Ernandes relata:

“Posso dizer que o óleo de cannabis foi crucial para três aspectos: a epilepsia, a insônia e a espasticidade. Antes do óleo ele precisava de medicamentos para todos esses problemas. Depois do óleo, conseguimos ir substituindo aos poucos esses remédios até livrar o Ismael deles totalmente. Já faz 3 meses que ele não usa nenhum medicamento além do óleo de cannabis”.

O pequeno Ismael continua fazendo acompanhamento neurológico, fisioterápico, fonoaudiológico, pneumológico e com outros médicos. E todos eles constataram a enorme mudança pela qual o Ismael vem passando após o uso do óleo de cannabis. 

Epilepsia não tem cura, mas é emocionante ver o relato de como o óleo extraído de uma planta natural foi capaz de melhorar tanto o quadro de uma criança a ponto de livrá-la de medicamentos fortes que estavam lhe causando uma série de efeitos colaterais. 

“Tenho consciência que epilepsia é uma doença que pode ser controlada, mas não tem cura. O fato de o óleo de cannabis estar tornando os quadros de crise cada vez mais raros já é transformador”, desabafa o pai, emocionado.

Além disso, o pai ressalta com atenção que o óleo de cannabis melhorou inclusive os efeitos pós-crise de Ismael. “As crises de antes deixavam meu filho completamente acuado. Ele chegava a passar duas semanas sofrendo os efeitos, em parte por causa dos medicamentos. Hoje em dia, o pós-crise passa muito mais rápido. Em um ou dois dias o Ismael já está bem, a todo vapor”, explica Ernandes.

“O cognitivo não para de evoluir. Ele demonstra estímulos faciais e movimentos que ele não tinha antes […] É uma vida antes do óleo e outra completamente diferente depois do óleo. É realmente uma transformação, uma fase de mudanças muito positiva”, finaliza.

familiaismael
família ismael

Onde encontrar o óleo de cannabis para tratar epilepsia?

Diversos países comercializam o óleo de cannabis, mas a importação é custosa e está longe da realidade da maioria dos pacientes brasileiros. Além disso, há toda uma burocracia para que o paciente receba autorização para importar o óleo.

No Brasil, temos algumas associações de pacientes que produzem e distribuem o óleo de cannabis para tratar epilepsia e outras doenças. Mas o alcance dessas associações é limitado e a fila de espera costuma ser longa.

Outra alternativa é a Linha Canábica da Bá, linha nacional de produtos veganos à base de maconha. A Linha da Bá produz o óleo de cannabis e comercializa para todo o Brasil. Além disso, ao preencher um formulário de solicitação no site, o paciente recebe orientações quanto a dosagem e frequência de uso.
Para ficar por dentro de novidades sobre a maconha medicinal e receber sempre muitas informações sobre o tema, siga a Linha Canábica no Instagram e no LinkedIn.

Você precisa de Maconha Medicinal?
Barbara Arranz Bárbara Arranz​ é biomédica e atualmente vive em Madri, capital da Espanha. Mulher, mãe e ativista, é fundadora da LinhaCanabica.com, uma linha de cosméticos totalmente orgânica e vegana sem aditivos químicos produzidos a partir do óleo de cannabis. Bárbara começou a pesquisa a cannabis há 11 anos, quando seu filho Raul nasceu e foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, um tipo de Autismo leve que gera irritações moderadas. Um de seus maiores objetivos é desmistificar a maconha e levar à cannabis até a casa das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *